Outras

A assunção da natureza e do homem

A assunção da natureza e do homem

                                O homem integra a natureza, mas em regra, não a respeita e compreende. A natureza compensa o homem. É gratificante admirar a natureza quando cuidamos dela. Mas não é bom destruí-la em qualquer caso, ...

Ler mais

O Agente de Execução e o Abuso do Poder

O Agente de Execução e o Abuso do Poder

“O poder tem sempre um lado mau, porque se abusa dele” Para definirmos a figura do agente de execução vamos utilizar dois itens dicotómicos: O poder do agente de execução. O estigma do executado. O agente de execução é uma figura que surgiu em 2003 no âmbito de reforma estrutural ...

Ler mais

MENINOS DE CINFÃES – “Hino” panegirical

MENINOS DE CINFÃES – “Hino” panegirical

Apesar de eu ser um filho deste mundo, este é o pai que não me conhece! Abençoada a terra que me viu nascer, que o mundo jamais me deixará esquecer! Perfez no corrente ano, 40 anos que ocorreu uma profunda mutação política e social no nosso país, cognominada como “Revolução ...

Ler mais

Português com formação

Português com formação

O português tem em regra um comportamento pré-jurídico. Antes de entrarmos concretamente no significado que a afirmação encerra, parece pertinente descrever as situações que contribuíram para tal ilação! Ora, as férias concedem-nos por vezes a faculdade de melhor observarmos o comportamento dalguns dos outros parceiros sociais, independentemente da sua proveniência ...

Ler mais

Obras Literárias

Obras Literárias

Espero que minhas obras literárias sejam o prelúdio de uma caminhada sem fim. Será difícil meus filhos engendrarem pelo meu caminho. Mas a sociedade dará frutos que comigo tenham conexões.  

Ler mais

Mal e porcamente

Mal e porcamente

Significado: De modo imperfeito; muito mal. Proveniência: Isto é um pouco especulativo, pois parece que a expressão original não seria esta. De todo o modo, a expressão tem o significado de “poucos recursos”; viver com poucos recursos; viver muito mal; viver como os porcos.

Ler mais

Não percebo patavina

Não percebo patavina

Significado: Não perceber nada; não compreender. Proveniência: Os Frades de Pádua – patavinos, deslocavam-se com alguma assiduidade a Portugal, no intuito de interagirem com os seus congéneres desta nacionalidade. É evidente que o seu contacto não se restringia ao Convento. Pelo que, nas poucas situações de convivência com este Povo, ...

Ler mais