Citações – Máximas – Pensamentos – Reflexões – António

Citações – Máximas – Pensamentos – Reflexões – António

  • Não percas oportunidades.
  • Aproveita a oportunidade; quando ela aparentemente regressa, terás sempre que pagar juros compensatórios.
  • Não sofras nem faças sofrer.
  • Vive por ti e não pelos outros.
  • Dá uma oportunidade a ti próprio.
  • O erro pode ser aparente.
  • O momento poderá ser único.
  • Dramatizar uma vez na vida, poderá ser demais.
  • Os amigos só existem enquanto as circunstâncias o permitirem; os inimigos estão sempre à espreita.
  • Não te deixes superar, mas aceita que te superem.
  • Não te deixes superar, mas sem prejudicar e ofender.
  • Não sejas demasiado convencido, porque assim não conseguirás gerir sentimentos.
  • Não deixes que a alma se separe do teu corpo, porque o corpo sem alma converte-se em cadáver.
  • Onde aparece o ser humano, nunca saberás com o que contar.
  • Quando vives preso a mais que um objetivo, algum acaba por ser prejudicado.
  • Nunca dês como irrefutável aquilo que os teus olhos vêem; caso assim fosse, os cegos nunca saberiam a verdade.
  • A confiança em ti próprio, é uma arma demasiado poderosa.
  • Não descures a máxima de Kant “Age somente segundo uma máxima tal que possas querer ao mesmo tempo que se torne uma lei universal”.

Sobre Antonio Soares da Rocha

Antonio Soares da Rocha
O autor tem uma experiência superior a 30 anos como funcionário da Autoridade Tributária, passando por todas as metamorfoses da carreira até ocupar funções de jurista e representante da Fazenda Pública. Em período precedente estivera ligado ao setor das telecomunicações, à mediação e direito dos seguros. Terminou a licenciatura em direito na Universidade Lusófona. Adquiriu a qualificação de Mestre em Direito na Universidade Católica com a defesa da tese na área do Direito Fiscal, e publicada pela editora daquela Universidade em Portugal e Brasil. Investigador da Universidade do Minho, tem defendido como congressista temas científicos em universidades de renome. É autor de algumas obras com edições continuadas, designadamente “Oposição vs Impugnação Judicial”, “O Essencial sobre o Arrendamento Urbano” e “Minutas e Formulários – Anotados e Comentados”. Em termos desportivos, é praticante de Karate Goju-Ryu e treinador reconhecido pelo IPDJ. Embora tenha iniciado essa prática com referência à linha do Mestre Taiji Kase, viria a ser consagrado cinto negro na vertente de Karate Shotokan pelo Mestre Hiroku Kanazawa em 1999, e posteriormente, pelo estilo que ora pratica, da linha Okinawa Goju-Ryu Karatedo Kyokai.

Veja Também

Dia da mãe

Tweet Email Tweet Email(Artigo editado a 01 – 05 – 2016) Tal como conchas boiando ...