O PIOR CEGO É O QUE NÃO QUER VER

O PIOR CEGO É O QUE NÃO QUER VER

SIGNIFICADO: Pessoa que não quer ver bem o que está à sua frente. Nega-se a ver a verdade.
ORIGEM: Angel foi submetido a uma intervenção cirúrgica em 1647, que se traduziu no primeiro transplante de córnea, realizado pelo Doutor Vicent de Paul D´Argent, na universidade de Nimes-França.
A operação teve tanto sucesso, que Angel, um aldeão, ficou a ver mais do que aquilo que pretendia.
Ficou horrorizado com o mundo que via, e considerou que era melhor o mundo que imaginava.
Então, pediu ao cirurgião que lhe arrancasse os olhos, situação que apenas ficou resolvida favoravelmente com recurso ao tribunal de Paris e ao Vaticano.
Angel ficou assim  conhecido como O HOMEM QUE NÃO QUIS VER dando origem à expressão idiomática em epígrafe ou “O PIOR CEGO É AQUELE QUE NÃO QUER VER“.

Sobre António Maria Barbosa Soares da Rocha

António Maria Barbosa Soares da Rocha
EM TERMOS ACADÉMICOS, o autor obteve o grau de Doutor em Direito pela Universidade de Salamanca nas áreas do Direito Administrativo, Financeiro e Processual - programa de doutorado "Administração, Finanças e Justiça, no Estado Social", com a tese subordinada ao tema «O representante da Fazenda Pública no Processo Tributário-Enquadramento Institucional e Regime Jurídico». Como investigador, defendeu temas científicos em universidades de renome, designadamente no I Congresso de Investigadores Lusófonos e no I Congresso de Derecho Transnacional. Consagrou-se Mestre pela Universidade Católica na área do Mestrado Geral em Direito, com a defesa da tese subordinada ao tema «Oposição Vs Impugnação Judicial», publicada pela editora daquela Universidade em Portugal e Brasil. Terminou a licenciatura em direito na Universidade Lusófona, embora a tivesse iniciado na Universidade de Coimbra onde concluíra o 2.º ano do curso. NO ÂMBITO PROFISSIONAL, exerce a atividade de JURISCONSULTO, é blogger, youtuber, e autor das obras com edições continuadas “Oposição Vs Impugnação Judicial”, “O Essencial sobre o Arrendamento Urbano”, “Minutas e Formulários - Anotados e Comentados”, “A Demanda e a Defesa nas Execuções Cíveis e Fiscais” e "Manual do Regime Jurídico do Arrendamento - A Narrativa, a Ciência, o Pragmatismo e o Pleito, no Arrendamento". O autor tem uma experiência superior a 30 anos como funcionário da Autoridade Tributária, passando por todas as metamorfoses da carreira até ocupar funções que se coadunam essencialmente com o direito. Em período precedente estivera ligado ao setor das telecomunicações, e de forma mais acentuada à mediação e direito dos seguros. NO CAMPO DESPORTIVO, é praticante de Karate Goju-Ryu e treinador reconhecido pelo IPDJ. Embora tenha iniciado essa prática com referência à linha do Mestre Taiji Kase, viria a ser consagrado cinto negro na vertente de Karate Shotokan pelo Mestre Hiroku Kanazawa em 1999, e posteriormente, pelo estilo que ora pratica, da linha Okinawa Goju-Ryu Karatedo Kyokai.

Veja Também

A ARTE MARCIAL OKINAWENSE E SUAS GENTES – UCHINA

Tweet Email Tweet Email Um sentimento, uma razão, um só povo e uma nação!     ...